A história dos preparativos

Este artigo está na(s) categoria(s) Dicas, Vídeos.

Para mim DIY não é só economizar, shop vai muito além disso, price é passar um tempo com mãe, treat irmã, prima, amigas e até primo, amigos, os homens que também gostam de ajudar, sabe? É rir, descontrair, porque não tem como negar que é trabalhoso e leva tempo, então tem que encarar de uma forma suave e com significado.

Vó para mim sempre foi mágica, a casa da minha vó tem coisas desde que éramos crianças, e o jeitinho que ela trata a gente também! É falar que vai lá ou chegar que tem um bom frango fresco cozido, tapioca fresquinha, um arroz de forno e um pirão sem igual! Minha vó materna tem parentes na Bahia, por isso a variedade nordestina rs. E os doces? Falar que tem vontade e aparecer na sua frente pronto!

É o melhor lugar do mundo que desejo estar sempre. E vendo o vídeo abaixo lembrei dessa sensação. De juntar amigos em volta da mesa, amigos verdadeiros, sem ser egoísta, que deixa um sábado livre para cortar babado, para encher potinho e deixar maravilhoso um casamento que nem é seu, mas é de alguém muito especial que você ama!

É fazer receita de vó e as pessoas no casamento saborear algo realmente feito com muito carinho, atenção aos detalhes, feito com muita risada e muita conversa. Minha vó sempre disse que isso era casamento antigamente, todos preparavam tudo ou uma boa parte, e no dia tinha o fornecedor que era preciso para ninguém se matar servindo/cozinhando, detalhes final de decoração.

Hoje é lindo e mágico também, e fico muito feliz com o valor que o casamento tem na nossa sociedade hoje. Mas, muitos viraram só glamour e competição de estilo e fornecedor e esqueceram que depois da cerimônia, é só curtição mesmo, celebrar com quem ama mesmo, o que foi selado..na cerimônia!

Por isso esse vídeo me chamou muito a atenção, porque resgatou histórias que minha vó, minha mãe sempre contaram, e deu para sentir que não era um casamento vitrine, era um casamento real!