Viagem Itália, low cost?

Este artigo está na(s) categoria(s) Uma noiva no blog!.

Faz uns meses que começamos a cogitar essa viagem, porque ela é a viagem dos sonhos do meu sogro. Eu e meu marido sempre cuidamos das nossas viagens, isso economiza de 30 a 60% do que em agências de viagens.

E com essas possibilidades pensamos em animar meus sogros para irem, momento bom de saúde deles, tem uma economia média com a aposentadoria e iria toda a família junta! Seria muito especial!

Demorou 6 meses para confirmarem rs, justamente com o medo da economia, saúde,…mas quando surgiu uma promoção da AirChina, com uma passagem para Madri de R$1.200,00, a coisa começou a ficar séria!

E assim começou a nossa viagem de férias!

Com as primeiras passagens compradas, tínhamos que comprar o voo para a Itália. Entramos nas cotações de operadoras baratas na Europa, e depois de algumas discussões sobre vai para lá, vem para cá, vai de manhã, sai à noite…hahahaha…Compramos da Blue Air, a ida de Madri para Turim, e a volta de Roma para Madri, pela RyanAir. Média de 20$ cada, e pagamos mais 20$ para 3 bagagens (cada) de até 20Kg.

Ou seja? Cada casal tinha que dividir uma mala. Fomos em 6. E a mala não podia passar de 20Kg!

Isso foi um dos contratempos e perrengues econômicos hahahaha, rolou até lavar cueca e camisa na pia do hotel ;P

Feita as compras maiores de deslocação, traçamos as cidades que iríamos e os trens para elas. Foi mais barato trem, de 8 a 11 euros cada passagem (antecipada).

Fechamos assim: Turim, Milão, Verona, Veneza/Burano/Murano/Torcello,Florença/Pisa/Lucca/Siena/San Giminiano/Montalcino/Montepulciano/Piensa/San Quirico D’Orcia, Roma/Pompeia/Vaticano

Foram 18 dias de muito cansaço, mas muito aprendizado 🙂 e ver meu sogro explicando para todos cada estilo artístico, cada coluna, traço e tendência, foi demais!

Alguns dos trechos foram ônibus, comprados no local mesmo (como Siena e San Giminiano).

Escolhemos quartos duplos, pela privacidade dos meus sogros (e não achamos quádruplos), mas em hotéis de 2 a 3 estrelas. Alguns não gostamos, mas sobrevivemos hehehe. Usamos táxi acho que uma vez somente, para nos localizar em Florença (não tem metro lá) e de resto? Pernas! Andávamos no mínimo 8Km por dia, tinha dias que eram 15 a 18 Km.

Detalho mais em breve 🙂 Vem comigo?