Veneza

Este artigo está na(s) categoria(s) Uma noiva no blog!.

Chegamos em Veneza quase 20h, e estava sol! É impressionante de tão lindo o clima da cidade, nesta época do ano. Logo que saimos da estação demos de cara com o Canal Grande. UAU! Que impacto!!

Ah, ficamos em Veneza MESMO, não em Mestre (estação de trem) que muitos indicam. Eu indico na cidade mesmo, e nosso hotel foi bem justo em valor e localização – uns 3 minutos da estação. Não pega escada, nem se mata. É muito pertinho, a experiência é melhor, se aproveita mais.

Ficamos no Hotel Nazionale, o café da manhã não era muito cheio de coisas, mas vale o valor, acreditem.

Chegamos, tomamos banho e fomos jantar, quase em frente ao hotel, e de frente para o Grande Canal! Foi o Restaurant Povoleto.

Que experiência! Que noite, que delícia! Pararia ali a viagem para curtir mais <3

No dia seguinte passeamos pelo bairro que ficamos, o Cannaregio, que é bohêmio e tem pontos típicos de visita, como o Guetho – que é o bairro judeu que tem em toda cidade da Itália. Fomos no mercado Rialto. E o que mais incomodou mesmo, foi ver tantas barraquinhas tampando tanta obra e arquitetura (inclusive igrejas!). Atravessamos a Ponte Rialto e tentamos curtir ao máximo ela, mesmo cheio de barraquinhas e de gente!

Chegamos na praça San Marco, e paramos para olhar em volta. Quanta informação e movimentação. Nos encaminhamos para a fila para entrar na igreja (2€ por pessoa), por acaso a Adriane Galisteu estava por lá e ajudou a eliminar uns da fila hahaha.

Saindo de lá fomos na Osteria Al Mascaron (40€ eu e meu marido, completo), vimos a dica no Anota Aí com a Titi Muller, e fomos conferir de perto o Spaghetti ao Vongole! E hummm valeu a pena 🙂

O garçom quis ser meio estúpido, mas a gente é brasileiro né! Ele não queria dar uma taça para vinho (oi???), quase obrigou todos a pedirem logo (e estava vazio), e parecia sarcástico. Tem que relevar, mais para o sul a galera fica mais mal educada ainda. Mas, não estraga a viagem, ajuda a divertir hahahaha.

Saindo de lá voltamos a Praça San Marco para subir o campanário (8€ por pessoa), é de elevador e vale MUITO a pena! Vista linda de toda Veneza. Depois tomamos um gelato, e fomos procurar valor de gôndola (já tinhamos pesquisado meio que o dia todo), fechamos uma para os 6 (14€ por pessoa). O passeio foi de 30min, o suficiente eu achei. Deu para curtir, conhecer, aproveitar e ela nos deixou perto do hotel.

À noite jantamos pizza no Gino’s Tratoria, ao lado do hotel também. No dia seguinte, prometia: Burano, Murano e Torcello!

thumb_img_7838_1024 thumb_img_7832_1024 thumb_img_7844_1024 thumb_img_7843_1024 thumb_img_7847_1024 thumb_img_7850_1024 thumb_img_7852_1024 thumb_img_7855_1024 thumb_img_7857_1024 thumb_img_7860_1024 thumb_img_7864_1024 thumb_img_7866_1024 thumb_img_7868_1024 thumb_img_7870_1024 thumb_img_7872_1024 thumb_img_7873_1024 thumb_img_7874_1024 thumb_img_7878_1024thumb_img_7879_1024thumb_img_7880_1024thumb_img_7886_1024thumb_img_7889_1024thumb_img_7890_1024thumb_img_7893_1024thumb_img_7899_1024thumb_img_7909_1024thumb_img_7924_1024thumb_img_7925_1024thumb_img_7941_1024