Mochilão – Chile (San Pedro de Atacama)

Este artigo está na(s) categoria(s) Uma noiva no blog!.

Essa é uma viagem que vi muitos casais de lua de mel fazendo. Ela é sossegada. Por mais que tenha o lado aventura, é uma aventura light. É romântica, tem paisagens lindas, a comida da cidade é muito boa e tem boa variedade de restaurantes. É uma dica bem legal e tem de todos os preços, desde hostel a hotel de luxo. Tem casal que faz uma atividade por dia, e depois descansa na piscina, faz massagem, toma um vinho..é muito bacana mesmo.

Acordamos, pegamos uma marmitinha do café que pedimos e fomos esperar a van. Nela ia um grupo e o guia explicando tudo. Paramos em uma cidadezinha, Tocanao e a guia falou um pouco da cultura geral. Assim como bolivianos e peruanos, os chilenos são fortes com seus ‘índios’, os aymarãs. Alguns não se parecem tanto, mas é a base do país sim, até o comecinho da Argentina.

De lá fomos para a Laguna Chaxa (entrada de 2500 pesos chilenos por pessoa). Você vê o Salar do Atacama e como é diferente! Ele não é reto e liso como do Uyuni, ele é todo pedaçudo, porque só chove 2 semanas por ano! Muito seco. O mais seco do mundo. O clima é quente, de calor, mas eu com medo, sempre com manga comprida hahaha. Conhecemos um casal de senhorzinhos da Califórnia, fofos. E um casal de brasileiros de Pernambuco, ficamos mais próximos deles também, e almoçamos juntos nesse mesmo dia. Super bacanas e aventureiros.

Essa laguna tem alguns flamingos nela, e podemos ver eles voando. Coisa linda demais!

Reacostumamos nossa visão. Depois de ver tanto espetáculo da natureza. Era simples demais para nós naquele momento, mas é algo maravilhoso sim! Demais!

Tomamos café da manhã lá mesmo, que os guias prepararam. Simples, mas gostoso. E continuamos para as Lagunas Altiplânicas (entrada de 3000 pesos chilenos cada). Estávamos mais perto das Cordilheiras (elas dividem o deserto, isso é animal de ver, uma coisa que eu me apaixonei foi as Cordilheiras…gente é…fenomenal, elas lá, paradas, imponetes, poderosas, naturais…lindas demais!) e com isso, mais frio. Mas estávamos acostumados e não fez tanto frio, mas aconselho casaco, etc.

Elas são fenomenais. São 2. Os vulcões atrás delas conforme derreteram com os (milhares de) anos formaram elas. Miscanti e Miñiques. Sem fôlego de tanta beleza. De verdade. Parada obrigatória!

Voltamos para o hostel, e comemos em um restaurante que o casal de Pernambuco indicou, com eles, o Charkikan. Tem um filé enorme de pescado empanado com purê maravilhoso! Comemos outro dia de novo ai, de tão bom. O horário estava corrido e mal chegamos no hostel para esperar a van para o segundo passeio do dia, ela já estava lá.

Um pequeno erro: barriga (muito) cheia. Hahahaha.

Partimos para o Valle de la Luna, do Chile, que ao contrário da Bolívia, é beeeem grande mesmo, e com cavernas e enormes pedras para se explorar escalandinho (e o peixe falando com a gente hahahaha). Tem entrada de 3000 pesos chilenos por pessoa. O guia era muito interativo e animado, e explicou bem, e nos ajudou bastante a aproveitar ao máximo o passeio. De lá fomos para a Gran Duna, ela é bem grande mesmo! Se sobe pelo lado dela, aonde tem umas partes mais firmes. A vista é demais! Venta bastante, mas não desista. Aliás, não desista de nenhum passeio, se embarcou vai até o fim, vale muito a pena, é tudo muito lindo.

Saindo de lá paramos nas 3 marias, 3 pedras que parecem 3 virgens rezando, e continuamos para ver o pôr do sol da famosa pedra do coiote, aquela que não tem nada embaixo dela..uhhh…medo de cair hahaha. Começou a esfriar, então leve blusa.

Essa pedra do coiote é uma piada a parte. Sério. Tem muita gente com medo lá. Inclusive o marido da minha madrinha. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAA. Gente, ele queria ir engatinhando para a pedra, de tanto medo!!!!!! Rirei eternamente até 2087 HAHAHAHAHHAHHAHAHAHAHAHA. Meu marido estava com muito medo também, mas tentou disfarçar e eu e minha amiga quem fomos mais longe e sentamos e colocamos os pézinhos na pedra. Quem tirou a foto foi o guia, em uma máquina só (nossa). Ainda não vi essas fotos, mas foi sensacional!

O pôr do sol é lindo. Jantamos no próprio hostel e saíamos para esperar a van para fazer o tour astronômico. Tem das 21h e das 23h. Fizemos o das 23h, quanto mais tarde, melhor para ver mais nitidamente as estrelas. É um passeio muito gostoso, tem curtir o assunto, mas é lindo demais. Eu sou apaixonada pela natureza, pelo céu, por estar olhando para Deus provavelmente. E foi profundo e muito legal ver as estrelas do telescópio. O guia era professor e astrofísico. Tinha muito equipamento no local. Tem uma mini aula antes e depois você vai vendo diferentes estrelas/constelações e até planetas, além da lua claro. Tudo isso acompanhado de vinho, chocolate quente, chá, pão com salsicha na churrasqueira. Uma delícia!

Faz friozinho. Leve blusa.

Fomos dormir muito bem e muito felizes!

thumb_IMG_3896_1024 thumb_IMG_3898_1024 thumb_IMG_3897_1024 thumb_IMG_3900_1024 thumb_IMG_3902_1024 thumb_IMG_3904_1024 thumb_IMG_3906_1024 thumb_IMG_3908_1024 thumb_IMG_3910_1024 thumb_IMG_3913_1024 thumb_IMG_3918_1024 thumb_IMG_3921_1024 thumb_IMG_3924_1024 thumb_IMG_3926_1024 thumb_IMG_3929_1024 thumb_IMG_3945_1024 thumb_IMG_3949_1024 thumb_IMG_3951_1024 thumb_IMG_3955_1024 thumb_IMG_3961_1024 thumb_IMG_3964_1024 thumb_IMG_3969_1024 thumb_IMG_3973_1024 thumb_IMG_3976_1024 thumb_IMG_3984_1024 thumb_IMG_3990_1024 thumb_IMG_3995_1024 thumb_IMG_4005_1024 thumb_IMG_4006_1024 thumb_IMG_4013_1024 thumb_IMG_4017_1024 thumb_IMG_4039_1024 thumb_IMG_4046_1024 thumb_IMG_4049_1024 thumb_IMG_4052_1024 thumb_IMG_4060_1024 thumb_IMG_4065_1024