Lua de Mel: Paris

Este artigo está na(s) categoria(s) Uma noiva no blog!.

Foi uma decisão difícil escolher o destino. Meu marido é muito mais ousado que eu, pois fomos com conforto sim, mas uma viagem bem low cost.

Os destinos em questão era: Chile, Punta Cana (ou Cancun), Paris/Bruxelas/Amsterdã. Tinham outros, mas…fora de cogitação rs. A gente gosta de ‘viajar’ né. E logicamente Chile era o mais viável. Mas, planos mudaram, presentes inesperados (bons) chegaram, e quando Deus quer, tudo acontece, conseguimos realizar a viagem a Paris. Só mudou o segundo destino, que foi: Paris/Londres.

Ganhamos as passagens. Fomos de TAP. Gostei MUITO do avião. Atenção das aeromoças, comida boa até, tudo organizado, limpinho, o sistema de filme foi perfeito, funcionando, assentos bacanas, no voo foi sossegado: sem criança chorando, ou pessoas sem noção tagarelando,… Fomos e voltamos de TAP. Faz conexão em Lisboa, claro, mas tudo tranquilo. Imigração tranquila. Não precisa de visto, e é amigável a entrada. (esteja com o passaporte em dia, etc..).

Chegamos em Paris pela manhã, são 12 a 14 horas de voo até Lisboa, mais 4h até Paris. Normalmente os voos são à noite, e você chega de manhã na cidade planejada (mas até sair, chegar ao hotel, almoçar, etc, já foi um bom tempo).

Em Paris tudo é metro, tudo mesmo. Só nos localizamos (se você fala inglês, e tem boa vontade, tudo é possível, com calma) e embarcamos nele. Tem muitas escadas. Vai com calma, mas sem atrapalhar o fluxo. Tem que carregar mala. Já sabíamos em qual estação descer, e fomos fazendo as baldiações. Em Paris, alguns metros você quem abre a porta (uma alavanquinha).

Comprar o ticket do metro para ir ao hotel, foi fácil, depois tivemos que comprar o ticket para andar em Paris. É como o sistema daqui: quer usar só metro é tal bilhete e custa tanto, caso queira usar CPTM, etc, paga mais e compra outro tipo de bilhete. Difícil entender de cara isso, a gente não fala francês (o moço ho hotel explicou para comprarmos o carnet que vinha 10, mas até ligarmos os pontos, ficamos um pouco em dúvida na frente da máquina: porque não tem cabine com pessoas, você quem escolhe, coloca o dinheiro, etc).

Baixamos no celular um aplicativo com ruas e direções de Paris e chegamos ao hotel. Fomos muito bem recebidos! Ficava em uma ruazinha bem perto da Torre. Chama Hotel D’Lavre, fica na Rue De Lavre 🙂 nos instalamos e já fomos para a rua!

Almoçamos perto (andamos pela redondeza para nos localizar), comemos no Brasserie Aux Ptt, uma italiana nos atendeu e começou o bate papo 🙂

Virando a esquina já comecei a ver ela…toda linda e imponente. De arrepiar. Vale a pena TODOS visitarem Paris. É MUITO LINDO.

Passeamos um pouco: andamos pelo Rio Sena, passamos na Ponte Alexandre III, Champs de Mars,Trocadero…

Estava quase tudo fechando já, tomamos café no Cafe Du Musee, conversamos e voltamos para descansar e começar o segundo dia com pique total!

A janta desse dia foi Mc, tradição comer em todos os países rs.

IMG_0744 IMG_0747 IMG_0752 IMG_0753IMG_0754IMG_2796IMG_2798IMG_2809IMG_2815IMG_2822IMG_2826IMG_2827IMG_2831IMG_2834IMG_2838IMG_2841IMG_2843IMG_2845IMG_2865IMG_2874IMG_2875IMG_2896IMG_2899IMG_2902IMG_0756IMG_0755IMG_2927