Diário Mirandella

Este artigo está na(s) categoria(s) Diário Mirandella.

Trabalhamos, viagra sempre, order com uma cláusula que especifica que não arcamos com taxas de cozinha, pharm ou outra para utilizarmos a cozinha do local. Alguns espaços têm essas taxas (que variam até R$3.000,00), e os clientes sempre acabam arcando com esse custo, como se já fizesse parte do aluguel (que não entendo, porque já não faz).

O que tem nos tirado a paz ultimamente, creio que seja quase uma máfia dos espaços, não cobrando do cliente, reduzindo essa taxa para R$200,00, R$300,00, R$600,00, ligando diretamente para nós e cobrando, alegando que é pela estrutura que vão nos fornecer no dia: água, luz, …

Não sei nem por onde começar a esmiuçar a falta de senso do parágrafo acima. Não temos contrato algum, com espaço algum, ou seja, legalidade zero para cobrar esse valor. Não sei porque já não embutem no valor. E por fim, não sei como faria um evento sem necessidades básicas: água, luz,…? (coisa que o cliente já paga no aluguel, certo?).

Eu sei que tem buffet, ruim para caramba, que estraga e depreda muita cozinha. E concordo em cobrar após o evento, desses falsos profissionais.

Mas, quem trabalha direito, mantem uma boa equipe, bons materiais, produtos, e luta por um bom preço, ser retirado esse valor, assim, sem mais nem menos? Nos indigna muito!

Fica aqui nossa revolta. Da mesma forma que nunca aderimos o BV de 10%, em que encarecia sempre para o cliente. Não vamos aderir essas taxas, que selecionam profissionais para colocar nos espaços!

Isso é errado. E não trabalhamos nunca de forma errada!